Vou bem; obrigado

- Como eu me sinto? Muito bem; obrigado.

Com ou sem você? Tanto faz. Estou bem e em meu lugar. Nada mais me apavora, me deixa com receio e medo de tentar. Estou livre. Sinto-me como se fosse um pássaro que acaba de escapulir da gaiola por um fio. Antes de se tornar um prisioneiro e escravo de quem só pensa em si e cego por egoísmo.
O que houve? Foi o tempo. O cálculo mental de quantos porcentos de chances eu teria saindo ileso. Sem decepções,  sem mais cartas escritas com canetas falhadas. E sem ligações de longa distância perdidas. Como nós. Não culpo o tempo. Culpo a ti. Que ora queria ficar, ora queria partir. Tua indecisão me fez amadurecer. Amar o próximo mas doar apenas aquilo que lhe oferecer. Na mesma proporção. Ter apatia por qualquer que ousasse chegar mais perto daquele porão cheio de entulhos e poeira chamado: coração. Meu coração. Que anda tão só, porém tão cheio de “mas” e “porquês” sem resposta. Acontece que um dia a ficha cai e o mundo gira. Indecisões têm que ser acompanhada por pessoas que sabem acompanhar sem afetar o próximo. Vê se aprende. E entende que o mundo não é apenas você.

Adeus Bolaños! Amamos você!

sfdafsdf - Cópia - Cópia (42) - Cópia - Cópia - Cópia - Cópia

É com muita tristeza que venho por meio desta, homenagear o homem mais incrível que me deixava ligada nas telinhas só para vê-lo passar, tanto quanto herói quanto de um menino solitário que morava num barril, comia sanduíche de presunto e criava várias confusões. Me fazia e fazer até hoje feliz. Arrancando sorrisos de quem assiste.

Depois de tantos rumores sobre sua partida, tantos alarmes falsos, dessa vez é verdade. Roberto Gómez Bolaños, se foi! O Chaves se foi, não dá para acreditar! Senti minha infância indo de ralo à baixo. Me sinto exatamente como o tempo de hoje: nublado e chuvoso.

O professor Girafales está internado com complicações. Aguenta firme porque não quero perder mais ninguém do elenco da série mais sensacional do mundo, por favor! =(

Perdemos o Chespirito, o maior comediante da história. O homem que levava alegria e encantava gerações. Do avô para o pai, do pai para o filho e certamente do filho para o próximo que vier. Vai com Deus, Bolaños! Encontre o Seu Madruga (Roberto Váldes), a bruxa do 71, digo: Dona Clotilde (Angeline Fernández),  Godinez (Horácio Bolaños), Jaiminho (Raúl Chato), o céu está em festa!

Nós te amamos. 

Playlist: Eminem feat Sia

dsfdfdsdsfdf

Como ter uma segunda-feira ruim se o Eminem lançou – ALELUIA! – um clipe. E, melhor, parceria com a Sia. Embora, ela como – de costume – não apareça, tem uma modelo linda com vitiligo. O clipe está tão forte quanto a música, aumentem o som e confiram ”Gut Over”, seu novo clipe:

 

image

image

Eu acho assim: quando a ocasião não é lá de “badalada“, o simples é tudo!
Hoje fui a um almoço na casa do meu cara. E OK. Não tem cabimento ir de salto, jaqueta, blazer, calça social ou sei lá. Qualquer peça nada a ver com o clima (quente).
Optei por um shortinho de renda da loja My Place, uma blusa regata que você encontra em qualquer lugar e aquela sandália gladiadora que, como eu já disse antes, não lembro onde a encontrei mas vocês a encontram em qualquer lugar. O cordão, comprei na feirinha da Saens Peña ( Tijuca – Rio de Janeiro), tirei o pingente. Haha! E as pulseiras que não são apenas pulseiras, também tem cinto ali enrolado. Ótimo para quem está de saco cheio de usar as mesmas pulseiras e começa a vasculhar tudo. E acha acessórios ótimos para incrementar no visual!
- simples e fofinho né?

               E aí? O que acharam?